O VÉU DA ANDROGINIA: MAIS SOBRE A MUACHAHA DE NAZHÚN

Michel Sleiman

Resumo


Dentre o conjunto de poemas do
tipo muachaha legados de Alandalus, um
único texto é atribuído a uma mulher da
Granada do século XII, Nazhún Bint al-
Qilácí. A muachaha de Nazhún foi estudada
e traduzida para o inglês pela primeira vez
em 2007 pela estudiosa feminista Marlé
Hammond, num artigo que enfrentou a
dificuldade de encontrar no discurso do
poema uma identidade feminina de fato
diferencial com relação ao discurso de
outros poemas atribuídos a autores
homens. Nosso artigo segue a senda
trilhada por aquele estudo, destacando
alguns aspectos que podem ser
complementares, e analisa o poema
aplicando os princípios da “composição
circular”. Acompanha o artigo uma
tradução do poema ao português, segundo
nossa interpretação do texto árabe.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais