O LIURO DAS TRES VERTUDES A INSSINANÇAS DAS DAMAS: UM EXERCÍCIO DE TRANSCRIÇÃO DO MANUSCRITO 11515

Stephanie Sander, Aline Dias da Silveira

Resumo


Conhecida sobretudo por seu protagonismo em uma das mais notórias querelas literárias do medievo, a Querelle de la Rose, Christine de Pizan (1365 – c. 1430) integra a lista dos principais intelectuais franceses e pensadores políticos de seu tempo. Autora de dezesseis obras em prosa e de vinte e cinco composições poéticas, Pizan desenvolveu um estilo de escrita didática peculiar que influenciou diversos autores e poetas na época e rendeu várias edições e traduções de suas obras feitas posteriores a sua morte.Nos últimos anos percebemos um crescimento dos estudos christinianos no Brasil. Entretanto, pesquisar as obras de Christine de Pizan pode ser desafiador, pois há poucas traduções e estudos em língua portuguesa. Pensando em estudantes e pesquisadores que se interessam em conhecer mais sobre a obra da autora, nos debruçaremos sobre uma das traduções portuguesas feitas ainda no medievo da obra Livre des trois vertus a l’enseignement des dames (1405). Intitulada liuro das tres vertudes a inssinança das damas, a obra foi traduzida pela primeira vez entre os anos de 1447 e 1455. Apresentaremos aqui a transcrição semidiplomática dos primeiros quatro capítulos, que ocupam os fólios 1r até 6v do manuscrito Madrid, Biblioteca Nacional de España, MSS. 11515. Apesar de ter uma caligrafia considerada “complicada” ou “difícil” para quem não tem prática com a paleografia, consideramos que esse manuscrito pode ser um bom ponto de partida para a familiarização com as obras da autora.


Texto completo:

PDF

Referências


ACKEL, Antonio. Estudo Paleográfico de uma Versão em Português de Livre de Trois Virtues (1447-1455). Confluência, Rio de Janeiro: Liceu Literário Português, n. 59, p. 139-165, 2020.

ARAUJO, Paula Held Lombardi. As letras ramistas em dois roteiros de viagem do século XVIII. 2007. Dissertação (Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

AUTRAND, Françoise. Christine de Pizan: une femme en politique. Paris: Fayard, 2009.

______. France under Charles V and Charles VI. In: JONES, Michael (Ed.). The New Cambridge Medieval History v.6. Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

BERWANGER, Ana Regina; LEAL, João Eurípedes Franklin. Noções de Paleografia e de Diplomática. 3. ed. Santa Maria: Editora UFSM, 2008.

BLUTEAU, Raphael. Suplemento ao Vocabulario Portuguez e Latino ... parte I. Lisboa: Joseph Antonio da Sylva, 1727. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 1, Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712. Disponível em: Acesso em: 04 out. 2021. (a)

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 2. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021. (b)

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 3. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1712. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021. (c)

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 4. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1713. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 5. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1716. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 6. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1720. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

______. Vocabulario Portuguez e Latino ... v. 8. Coimbra: Collegio das Artes da Companhia de Jesu, 1721. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

BRANDENBERGER, Tobias. Christine de Pizan em Portugal: as traduções do Livre des Trois Vertus. Actas do Quinto Congresso da Associaçào Internacional de Lusitanistas, v. I, p. 423- 433., 1998. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

BUSCHINGER, Danielle. Le Livre des faits d’armes et de chevalerie de Christine de Pizan et ses adaptations anglaise et haut-alémanique. Comptes-rendus des séances de l année - Académie des inscriptions et belles-lettres, v. 155, n. 2, p. 1073–1092, 2011. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

CALADO, Luciana E. de Freitas. A cidade das damas: a construção da memória feminina no imaginário utópico de Christine de Pizan. Estudo e Tradução. 2006. Tese (Doutorado em Teoria da Literatura) - Faculdade de Letras, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

CAPPELLI, Adriano. Dizionario di Abbreviature latine ed italiane. Milano: Ulrico Hoepli, 1990.

CHASSANT, Louis-Alphonse. Dictionnaire des Abréviations latines et française ... du moyen age. 5. ed. Paris: Jules Martin, 1884. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

CURRY, Anne. The Hundred Years’ War: 1337-1453. Oxford: Osprey, 2002.

DIAS, João J. Alves.; MARQUES, Antonio H. de Oliveira; RODRIGUES, Teresa F. Album de Paleografia. Lisboa: Estampa, 1987.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro de Salles. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

LEITE, Lucimara. Christine de Pizan: uma resistência no aprendizado da moral da resignação. 2008. Tese (Doutorado em Língua e Literatura Francesa) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

LEITE, Lucimara. Edição semidiplomática do livro “O espelho de Cristina”. São Paulo: NEHiLP, 2019. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

LEITE, Lucimara. Transcrição do Livro O Espelho de Cristina: uma pequena amostra. Signum – Revista da ABREM, [s. l.], v. 15, n. 1, p. 150-174, 2014. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

LEITE, Lucimara. Transcrição do Livro O Espelho de Cristina: uma pequena amostra. Signum, v. 15, n. 1, p. 150, 2014. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

LIVRO das tres vertudes a inssinança das damas. Registro no Catálogo da Biblioteca Nacional de España. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

MACHADO FILHO, Américo V. Lopes. A pontuação em manuscritos medievais portugueses. Salvador, EDUFBA, 2004.

MARGOLIS, Nadia. Christine De Pizan: The Poetess as Historian. Journal of the History of Ideas, v. 47, n. 3, p. 361–375, 1986. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

MCWEBB, Christine. Debating the Roman de la Rose: A Critical Anthology. Londres: Taylor & Francis, 2013.

NUNES, E. Borges. Abreviaturas Paleográficas Portuguesas. Lisboa: Edições Cosmos, 1981.

PISAN, Christine de. Aqui come[n]ça o liuro chamado espelho de Cristina o qual falla de tres estados de molheres... Lisboa: por Herman de Campos, 1518. BnP, Imp 404. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

PISAN, Christine de. Le Livre du Corps de Policie. Ed. Robert H. Lucas. Genebra: Librarie Droz; Paris: Librarie Minard, 1967.

PISAN, Christine de. Livro das tres vertudes a inssinança das damas. Madrid, Biblioteca Nacional de España, Mss. 1151. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

PIZAN, Christine de. A Cidade das Damas. Tradução Luciana Calado Deplagne. Florianópolis: Editora Mulheres, 2012.

PIZAN, Christine de. Book of Deeds of Arms and of Chivalry. Traduzido por Sumner Willard. Editado por Charity C. Willard. Pensilvânia: Pennsylvania State University Press, 1999.

PROU, Maurice. Manuel de paléographie latine et française. Paris: Alphonse Picard, 1890. Disponível em . Acesso em: 04 out. 2021.

SILVA, Antonio de Morais; BLUTEAU, Rafael. Diccionario da lingua portugueza composto pelo padre D. Rafael Bluteau, reformado, e accrescentado por Antonio de Moraes Silva ... v. 2. Lisboa: Simão Tadeu Ferreira, 1789.

VAN HEMELRYCK, Tania. Christine de Pizan et la Paix: La rhétorique et les mots pour le dire. In: HICKS, Eric (org.). Au champ des escriptures. IIIe Colloque International sur Christine de Pizan. Paris: Honoré Champion, 2000.

WILLARD, Charity Cannon. A Portuguese Translation of Christine de Pisan’s Livre des trois vertus. PMLA, v. 78, n. 5, p. 459–464, 1963. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2021.

WILLARD, Charity Cannon. Introduction. In: PIZAN, Christine de. Book of Deeds of Arms and of Chivalry. Traduzido por Sumner Willard. Editado por Charity C. Willard. Pensilvânia: Pennsylvania State University Press, 1999.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais