AS VISÕES DANTESCAS NO CANCIONEIRO GERAL DE GARCIA DE RESENDE

Geraldo Augusto Fernandes

Resumo


No Cancioneiro Geral de Garcia de Resende, encontram-se alguns poemas que recorrem às visões dantescas. O termo relaciona-se às visões que o peregrino-poeta Dante Alighieri tem quando, acompanhado do poeta romano Virgílio, conhece o Inferno. Nele, o Sommo poeta descreve os lugares terrificantes em que habitam aqueles que pecaram. Essa peregrinação é emulada nas trovas aqui apresentadas, mas que divergem do propósito principal de Dante. Os poetas palacianos mostram, nesses mesmos lugares assombrosos, o prêmio que recebem aqueles que amam e esse galardão é o sofrimento. Valendo-se de todos os recursos eminentes no preâmbulo do Renascimento, os poetas, relembrando as coitas de amor, revelam que, contrário ao amor puro e divino dantesco, o amor deles é só sofrimento. O modo composicional dos poemas se esmera pela beleza poemática, com fundas reflexões.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais