A CONTRIBUIÇÃO DOS ESCRITOS DE MULHERES MEDIEVAIS PARA UM PENSAMENTO DECOLONIAL SOBRE IDADE MÉDIA

Luciana Eleonora de Freitas Calado Deplagne

Resumo


Entre medievalistas, o emergente interesse nos estudos de gênero vem demonstrando nas últimas décadas a imprescindível utilização de gênero como categoria de análise histórica (Scott) do longo período designado Idade Média. O presente artigo se propõe a problematizar a retórica colonial/da modernidade acerca do período medieval, a partir de novos conhecimentos, produzidos nas margens da historiografia tradicional, que põem em evidência a contribuição intelectual das mulheres em vários domínios do conhecimento. A reflexão será fundamentada pela contribuição de pesquisadore/as dos estudos de gênero, da crítica feminista (Troch, Telles, Scott, Schmidt, bell hooks, Lemaire) e da história das mulheres (Wemple, Rivera-Garretas, Cirlot, Brochado), em diálogo com o pensamento decolonial (Segato, Mignolo, Quijano, Walsh).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais