As "Esparsas" no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende: Forma e conteúdo

Geraldo Augusto Fernandes

Resumo


As esparsas são uma das formas poéticas de que se valeram os poetas palacianos portugueses presentes no Cancioneiro Geral de Garcia de Resende, editado em 1516. Sua característica é ser monostrófica, servir ao improviso e ao desenvolvimento de máximas, exempla, ditos, caros ao homem medieval. De forma fixa, as esparsas propiciaram possibilidades variadas de gênero e de conteúdo, aliando tradição e inovação. No Cancioneiro de Resende, distinguem-se quatro espécies de conteúdos temáticos.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21572/2177-7306.2011.V12.N1.04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais