O Diabinho da Mão Furada e suas fontes populares

Paulo César Ribeiro Filho

Resumo


O presente artigo apresenta um estudo acerca do diabinho da mão furada, figura peculiar que protagoniza tanto um conto popular recolhido por Leite de Vasconcelos quanto uma novela exemplar de autoria anônima que remete ao século XVII. A partir da revisitação do texto integral do conto de pequena extensão, estabelecem-se os paralelos entre o testemunho popular e a novela exemplar, bem como entre a referida novela e sua “irmã” castalhana, O Diabo coxo, de Vélez de Guevara (1641), de modo a traçar as características gerais da figura, seu arquétipo. Finalmente, aprofunda-se o estudo acerca da “mão furada”, fundamentando a inegável aproximação da figura literária aos duendes e à materialização de pesadelos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais