A Hermandad General: "O Braço Armado da Justiça" em Castela no século XV

Adriana Vidotte

Resumo


No final do século XV, Fernando de Aragão (1474-1516) e Isabel de Castela (1474-1504) empreenderam um programa de centralização da justiça e pacificação dos reinos visando o fortalecimento do poder régio. Entre outras medidas, em 1476, os monarcas restabeleceram a Hermandad General que além de um órgão de polícia, foi utilizada como um instrumento político. Esta instituição, de tradição anterior, serviu aos objetivos iniciais do reinado, de defesa dos pretensos direitos dos Reis, de pacificação e de restauração da ordem e ficou conhecida como “o braço armado da justiça em Castela”.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21572/2177-7306.2011.V11.N2.08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais - Av. Antônio Carlos, 6627 (UFMG/Departamento de História). Bairro: Pampulha. Belo Horizonte-MG CEP 31270-901