UMA PROPOSTA DE LEITURA HISTÓRICA DE FONTES TEXTUAIS EM PESQUISAS QUALITATIVAS

Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva

Resumo


A Linguística e a Literatura têm influenciado, desde a década de 50, a reflexão histórica.  Os estudos produzidos nestes campos do conhecimento têm realçado que a linguagem não é neutra nem transparente e que a produção e a transmissão dos textos são fenômenos complexos. Portanto, não há uma correspondência direta entre texto, autoria e contexto, já que diversos elementos afetam a produção textual. Independentemente de seu posicionamento teórico sobre tais questões, o historiador que desenvolve pesquisas qualitativas apoiadas em documentos textuais precisa estar ciente de que as chamadas fontes primárias resultam de complexos processos de produção e transmissão que não devem ser ignorados.  Este artigo, direcionado especialmente para os iniciantes na pesquisa historiográfica no campo da História Medieval, tem como objetivo principal a apresentação de sugestões de técnicas que poderão auxiliar na análise do corpus documental textual nas pesquisas históricas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21572/2177-7306.2015.v16.n1.07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais