Os Processos de Canonização como fonte para a História Social

Igor Salomão Teixeira

Resumo


Apresentamos os processos de canonização de São Domingos, Santa Clara e Tomás de Aquino. No período em que esses santos foram canonizados, os processos passavam por uma sistematização mais definida. Neste sentido nosso objetivo é, a partir da comparação entre esses três processos, apontar alguns elementos importantes às discussões historiográficas no âmbito da história social, como por exemplo, a identificação e constituição de grupos de interesse. O principal elemento para esta proposta é a consideração dos processos de canonização como fontes jurídicas e importantes registros de relações de poder, sociais e culturais. Para a análise também apresentamos marcos teórico-metodológicos que orientaram a construção do conceito de Tempo da Santidade. 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21572/2177-7306.2014.v14.n2.07

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Signum Revista da ABREM (ISSN 2177-7306) - Associação Brasileira de Estudos Medievais