Notícias

Nova seção da Signum


A Signum agora publica também traduções de artigos clássicos e/ou com alto índice de relevância para os estudos medievais, desde que avaliados pelo Conselho Editorial e aprovados. Os tradutores interessados podem conferir as regras no site de nossa revista.

 

Chamada Publicação: Dossiê: Normatividades medievais: discussões teóricas e estudos de caso

 

Signum, v. 21, n. 1.

Dossiê: Normatividades medievais: discussões teóricas e estudos de caso

Organização: Profa. Dra. Carolina Gual (UNICAMP)

Prazo para submissão: 31 de março de 2020

 

Pensar sobre o direito ou sobre as leis na Idade Média implica em refletir sobre o que entendemos de fato por “direito” e seu impacto para nossa compreensão de sociedades passadas. Nos últimos anos, a historiografia tem se dedicado a analisar o direito buscando romper com teorias desenvolvimentistas e evolutivas, questionando modelos interpretativos que partem de concepções modernas para entender melhor as diferentes manifestações jurídicas medievais. Nesse sentido, o direito “não é um corpo fixo de normas, mas uma prática interpretativa na qual uma comunidade constantemente justifica suas próprias decisões legais” (HEIRBAUT, 2010, 89)

Não existe, portanto, para a Idade Média, um único direito ou uma única noção de lei, mas um contexto de multinormatividade, pensada como “A combinação de abordagens analíticas centradas em diferentes esferas normativas, nas regras que guia, práticas culturais subjacentes e na dinâmica da produção cultural em espaços sociais caracterizados pela diversidade (…).” (DUVE, 2018, 14). Assim, partimos do pressuposto que a concepção de direito na Idade Média só pode ser entendida quando analisadas todas as diferentes produções de sentido normativo. Reforça-se, dessa forma, a necessidade de compreender as circulações e comunicações de normas, sejam elas escritas ou não, não apenas na longa duração, mas também no longo alcance (“longue portée”).

Portanto, uma vez que as práticas normativas são múltiplas e não funcionam dentro dos limites de uma lógica nacional, convidamos os pesquisadores a pensarem sobre as normatividades em seu potencial de análise da vida política, social, econômica, intelectual e religiosa no período medieval nas diferentes espacialidades e temporalidades. No caso medieval, por exemplo, isso implica, por exemplo, em compreender o contexto de estudo e produção do direito enquanto disciplina, as especificidades administrativas e políticas que produzem e usam outras formas normativas, os atos da prática, a produção da doutrina e do discurso teológico, entre outros. São bem-vindos artigos que explorem esses temas tanto por uma perspectiva teórica quanto prática. Trabalhos sobre normatividades para além do contexto do ocidente europeu (Leste ou Norte europeu, África e Ásia, por exemplo) são particularmente encorajados.

 
Publicado: 2019-12-21
 

Chamada Publicação: Dossiê: Visões dantescas: a Comédia entre Idade Média e Contemporaneidade

 

Signum, v. 21, n. 2.

Dossiê: Visões dantescas: a Comédia entre Idade Média e Contemporaneidade

Organizadores: Prof. Dr. Andrea Mazzucchi (Università di Napoli) e Prof. Dr. Yuri Brunello (UFC)

Prazo para submissão: 30 de setembro de 2020

 

O ano em homenagem a Dante, que chegará em 2021, vem no sentido não só de relembrar os 700 anos desde a morte do poeta fiorentino, mas também de refletir acerca da Divina Commedia, uma das obras em versos das mais relevantes – e impactantes – já produzidas no Ocidente, tanto pelos temas e pelas formas que mobiliza em sua estruturação, quanto pela figura que assina sua autoria – identidade de um eu que se desmembra em inúmeras faces, do texto à dimensão biográfica –, considerando as marcas que a produção de Dante e o próprio Dante imprimiram no imaginário popular. Assim, no contexto do sétimo centenário da morte de Dante, esta chamada para a revista "Signum" abrange toda a herança a reboque da Divina commedia, e receberá artigos que se ocupem em explorar, a proveito do ano dantesco que se anuncia, as relações estabelecidas entre a Divina Commedia, seus protocolos de produção na Idade Média, as tradições de leitura do poema, os nexos dentro do texto, e os desdobramentos literários, filosóficos, filológicos, linguísticos, antropológicos, históricos, críticos, teóricos e artísticos, de modo geral, dessa obra em nossos dias.

 
Publicado: 2019-12-20
 

Nova edição e saudações da nova equipe editorial

 

Car@s leitor@s!


É com satisfação que comunicamos a publicação do mais recente número da Revista SIGNUM:

Dossiê: Conflitos urbanos na Antiguidade Tardia.

 

Anunciamos também o início das atividades da nova equipe editorial da revista SIGNUM, biênio (2019/2021), com a chamada para os dossiês temáticos de 2020.1 e 2020.2.


Boas Festas e votos de um excelente 2020!

 

 
Publicado: 2019-12-17 Mais...
 
1 a 3 de 3 itens